09 julho 2018

De: Um Deus que te ama


Ainda me recordo do dia em que você me conheceu. Digo isso porque já te conheço muito antes do seu nascimento, antes de você ter conhecimento da minha existência. Eu estava lá quando seus pais se conheceram, fui eu quem os aproximei e permiti que fossem o início de uma família. Estava lá quando eles se casaram, a realização de uma das muitas promessas que fiz para eles. Também estive no dia em que souberam que você viria ao mundo dentro de alguns meses. Como eles estavam felizes...e eu estava feliz com eles e por eles.

Seus pais ainda não sabiam a cor que o seu cabelo teria, ou o tom da sua voz, ou mesmo se teria os traços da mãe ou do pai. Eles apenas imaginavam que seria uma bênção na vida deles, e que Eu estava cuidando muito bem de você.

O tempo passou, e você veio ao mundo, para grande felicidade dos seus pais, que já começaram a falar de mim ao seu filho recém-nascido. Você reconheceu em mim um grande amigo e companheiro de todas as horas, conversava comigo todas as noites e agradecia por cada pequeno detalhe do seu dia. É...nos tornamos melhores amigos! Você não conseguia imaginar a vida sem ter a minha presença por perto, e eu estava contente em compartilhar de todos os momentos da sua vida.

Mas aí você cresceu, e encontrou "substitutos" para mim. Seus amigos pareciam ser mais importantes, seus estudos preenchiam tanto o seu tempo que você deixou de ler a minha palavra. Suas longas conversas nas redes sociais e o tempo dispensado na internet acabou ocupando o tempo que tínhamos. Você esqueceu que precisava de mim para ser feliz, para sentir-se completo.

Acompanhei o enfraquecimento do seu desempenho em todas as áreas da vida, mas deixei que você me procurasse, afinal, a escolha foi sua. Por diversas vezes e de muitas formas tentei de chamar de volta para mim, relembrá-lo dos tempos que estivemos tão próximos que você não fazia qualquer escolha sem me consultar. Mas você estava tão envolvido em seus próprios pensamentos e tentando preencher o vazio que a minha ausência deixara que novamente ignorou a minha voz, o meu chamado.

Enfim, desgastado pela procura incessante por algo que o fizesse realmente feliz, você me reencontrou. Na bíblia empoeirada que ainda permanecia na sua estante, esquecida, você leu as palavras que precisava ouvir naquele momento.

"Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça." - Isaías 41:10

Lágrimas brotaram dos seus olhos cansados e já sem brilho. Lágrimas que renovaram a sua alma e lavaram o seu ânimo, trazendo de volta a lembrança de que eu nunca te deixaria, ainda que você esquecesse de mim, eu permaneceria ali, esperando que você percebesse que sem mim você seria apenas um corpo, uma alma sem vida, um espírito sem forças.

Meu abraço te renovou, e te deu a esperança necessária para que você continuasse nessa jornada de altos e baixos que é a vida. Pois é, você conhece bem o prazer do reencontro, o doce das lágrimas choradas em meus braços e o amor profundo que sinto por você. Por isso, acalme esse coração, da tempestade quem está cuidando sou eu.

INSTAGRAM   //   FACEBOOK   //   TWITTER

1 comentário:

  1. Amém, lindo texto Hay!!! que Deus continue te usando grandemente!

    ResponderEliminar

1- Leia antes de comentar;
2- Comentários spam ou com palavrões serão excluídos imediatamente;
3- Deixe o link do seu blog no final do comentário para que eu visite;
4- Anônimos podem comentar, mas deixe o nome no final do texto, por favor. :D