15 junho 2017

Dia 12 de Junho: Guia de Sobrevivência


Para o post de hoje provavelmente vocês estavam esperando mais uma "exortação" característica do SL, mas hoje é aquele dia que sucede à tempestade, onde a calmaria é o único barulho que se faz ouvir. Quero te convidar a fazer uma breve viagem por tudo o que você aprendeu até aqui, nesses poucos dias que passamos juntos. O essencial aqui não é ter lido todos os textos, comentado, curtido e compartilhado para os "contatinhos", a parte mais difícil ainda é viver aquilo que aconselhamos.

A vida real surge à frente dos nossos olhos com uma rapidez surpreendente, não é? Como disse anteriormente, é aquela calmaria após a tempestade. Os festejos e gracejos agora mal se ouvem. Poderiam ser tomados como fruto da imaginação, se não fossem as marcas leves deixadas por eles nos cantos da casa. Desse pequeno órgão que denominamos coração. A vida segue em frente, sem esperar que você se dê conta de que ela já partiu; e você está aí, vendo o ponteiro grande ultrapassar o menor, e os dias correrem.

A realidade é posta aqui como algo extremamente inevitável. Diariamente você conviverá com aquela "coceirinha" quase imperceptível que pode ser reconhecida como saudade do que nunca se viu, ouviu ou conheceu. Por mais palavras que sejam despejadas "goela abaixo", a verdade é que a falta se fará presente com alguma frequência. Lá está, há formas de passar-lhe a perna e deixá-la estirada no chão sem saber como tudo aconteceu.

Se você acreditou que os posts dessa semana serviriam apenas para essa semana, sinto muito, mas preciso te informar que essa é uma lição que deve ser aplicada diariamente. Acho que você sabe exatamente do que eu estou falando. Cada dia apresenta um gigante alto e aparentemente intransponível. A tendência é encaramos seus joelhos, que parecem estar à altura dos nossos olhos, com assombro. "Nunca poderei vencê-lo". "Balela"! Você pode, e deve, enfrenta-lo.

Precisamos relembrar constantemente à nossa alma inquieta de que não podemos resolver tudo com as nossas próprias mãos; muito pelo contrário, somos inteiramente dependentes do nosso Criador em tudo o que fazemos. Ele é a nossa única garantia de que algum dia venceremos esse mundo, porque Ele o venceu, com todos os seus desafios e dificuldades. Conhecedor perfeito do coração humano e das necessidades que cada um de nós carrega, Ele tem a palavra certa para apaziguar o seu espírito que insiste em se perturbar com coisas tão banais.

Apesar de ser o último da série, esse não é o post do adeus, porque efetivamente, ainda teremos longos e sinceros papos sobre esse tema, não tem mesmo como fugir. Ainda assim, deixo aqui as minhas dicas quase sempre infalíveis para manter a mente sempre ativa.

O objetivo da nossa conversa de hoje é encontrar opções que te levarão no sentido contrário à autocomiseração. Antes de tudo, trago o significado dessa palavra, porque o Sentido Literário também é cultura, minha gente.
au·to·co·mi·se·ra·ção
(auto- + comiseração)
substantivo feminino
Sentimento de comiseração de si mesmo. = AUTOPIEDADE
Esses são os passos essenciais para a sua sobrevivência nessa jornada. À medida que você vai se acostumando, vai encontrando outras dicas muito úteis. Senta aí e aprende algumas que reuni pra hoje!


1- Onde vai ser o círculo de oração, amanhã? Vá receber mais de Deus e fazer sua reserva diária. \o/


2- Escolha um filme bacana, mas se acha necessário, evite os românticos (principalmente aqueles que parecem contar sua história. Fique bem longe desses rsrsrs). As músicas da já conhecida "sofrência" também não são recomendadas. Apesar de que, muita gente se diz "curada" depois de uma sessão dessas. Não sei, procure o seu estado de conforto e fique lá, quietinho(a).

3- Não coma enquanto assiste, os resultados são catastróficos. Já foi provado cientificamente que comemos bem mais, por causa da ansiedade. Nada de doces, chocolate e comida pesada. Escolha uma pipoca feita no microondas com pouca manteiga e pouco sal. Não queremos nenhuma consequência desse dia.

4- Programe uma "tarde entre amigos", em que você se encontra com aquela turma mais próxima para dar umas boas risadas, tirar umas fotos legais, comer umas gordices e falar sobre a vida de universitário, corrida e sem vida social. Aliás, s você for universitário(a), acho que você tem atividades suficientes para se preocupar. hehe

5- Qualquer coisa, se não tiver nada para fazer, fale em voz alta, de preferência perto de sua mãe ou avó, elas com certeza arrumarão alguma "lavagem de roupa" que deixará a sua mente preenchida demais para se lamentar sobre qualquer coisa.

6- É hora de tirar a poeira daqueles livros que estão estacionados lá na estante há anos! Livros podem ser os melhores amigos do homem, só reconhece os seus "poderes" calmantes quem já pratica a leitura de forma constante. Essa é a sua oportunidade de ouro para se tornar uma pessoa ainda mais culta e estudada. Força!

7- Acima de tudo, não se esqueça de que não está sozinho(a), Deus está com você todos os dias da sua vida. (Mateus. 28:20) Ele tem o controle de tudo e sabe exatamente do que você precisa. Não se preocupe com o que está nas mãos dEle, tudo será perfeito.


Portanto, não se tranque no quarto pensando em como sua vida seria diferente se houvesse alguém do seu lado. É como eu já ouvi dizer: a nossa vida é dividida em duas partes. 50% vivemos a vida solteira, e 50% vivemos acompanhados. Então devemos aproveitar o momento de "solteirice", porque é metade da nossa vida.

Não esqueça que os altos e baixos da vida é que deixam tudo mais emocionante. Afinal, como poderíamos valorizar os dias de sorrisos largos se não soubéssemos o que são lágrimas? Como daríamos valor ao dia se não conhecêssemos a noite como a palma de nossas mãos?
INSTAGRAM   //   FACEBOOK   //   TWITTER

Confira aqui os outros posts da Maratona:

Sem comentários:

Enviar um comentário

1- Leia antes de comentar;
2- Comentários spam ou com palavrões serão excluídos imediatamente;
3- Deixe o link do seu blog no final do comentário para que eu visite;
4- Anônimos podem comentar, mas deixe o nome no final do texto, por favor. :D

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo