06 julho 2016

# Textos

{Escrevo o seu nome em um arroz}


Foi essa a frase que me impactou no dia de hoje. Por mais incrível que possa parecer, eu ainda estou por aí, andando e observando o mundo à minha volta. Devo ressaltar um detalhe maravilhoso: hoje concluí a minha última prova, e não tenho palavras para descrever o meu prazer ao escrever isso. Não vejam essa afirmação como um boicote à educação, até porque sou uma nerd assumida, mas todos nós precisamos de um descanso merecido, certo?

Então, vamos voltar ao assunto porque eu tenho forte tendência para sair da linha de pensamento inicial. Estava eu andando alegremente no centro da cidade, quando vi um vendedor com sua toalha/tapete/não lembro nem o que era mais estendida no chão, e algumas peças de bijuterias dispostas.

Não preciso dizer que fiquei realmente impressionada. Talvez você esteja lendo esse texto e pensando "nossa, ela é estranha mesmo, acabei de tirar as minhas dúvidas..". Mas o fato é que com o tempo eu aprendi a dar valor aos mínimos detalhes, às pequenas coisas da vida. Estive a um passo de pedir que ele escrevesse Hayanne no grãozinho de arroz, só para ter a certeza de que era real, de que não era só um "chamariz" publicitário.

Esse acontecimento me fez reparar que há tantas descobertas por fazer no nosso mundo, tantas pequenas coisas que podem fazer a diferença em nosso dia! Me faz lembrar dos saudosos dias do congresso de jovens que já parece ter sido há anos (depois dessa prova, tudo parece ser passado), onde conheci algumas das minhas leitoras. Aliás, esqueci de agradecer por aqui às minhas lindas Lanny Valeriano, Paula Luz e Dayany Souza, que me alegraram demaisss quando vieram me dar "aquele abraço" forte de quem se identifica através de poesia e prosa.

O que eu posso dizer? Estamos tão bem servidos de amor, gratidão e reconhecimento, que há chance de não nos sentirmos recebidos calorosamente. Ter o seu nome escrito em um arroz é o equivalente a ser lembrado quando menos se esperava. Porquê? Porque nos fazem sorrir e perceber que ainda não sabemos nada do mundo, e que ele ainda pode nos surpreender a cada curva na estrada. ♥

1 comentário:

  1. Olá conheci esse seu cantinho agora pouco e já me apaixonei, e não é o primeiro texto que li apesar de está comentando nele é que me identifiquei. Tenho uma amiga que me falou que ando na minha própria cidade como uma turista recém chegada que não conhece nada e por essa razão desperta curiosidade por tudo, ela fala isso porque realmente sempre que saio as ruas fico observando tudo não sei é natural, talvez porque aprendi que o extraordinário da vida estão em coisas simples que deixamos passar despercebido pela correria do dia-a-dia ou outro motivo. A paz de Cristo, e se acostuma vou está sempre por aqui. Bjs.

    ResponderEliminar

1- Leia antes de comentar;
2- Comentários spam ou com palavrões serão excluídos imediatamente;
3- Deixe o link do seu blog no final do comentário para que eu visite;
4- Anônimos podem comentar, mas deixe o nome no final do texto, por favor. :D

Seguidores