25 junho 2016

# Poemas # Romântica

Lua Cheia, Confidente


Lua cheia, quero ver você brilhar quando a noite cair, escura, sobre todos os seus amantes. Quero sentir o seu toque luminoso sobre todas as árvores, como um pó prateado que deixa a natureza enfeitada, com um ar mágico.

Consoladora, apaziguadora, lua cheia, esteja presente ao meu lado quando o sol se retirar, presenciando mais uma das muitas vezes em que precisei do seu brilho.

Escrevo sobre e para você, porque, após tantos anos, ainda me inspiras tantas histórias, tantos amores, me mostras sempre um pouco mais da grandeza desse meu Deus que te fez para deixar minhas noites mais claras, para me lembrar que mesmo quando tudo está escuro, ainda há uma luz que brilha, na noite, ainda há esperança.

Sonhadora, poeta, lua minha, sempre alerta. Seja minha confidente, minha amiga mais presente, conta-me do que vês, dos muitos ambientes que visitas. Deixe-me vê-la refletida no lago, julgar que te tenho bem aqui, à distância de um braço, de um abraço.

Sem comentários:

Enviar um comentário

1- Leia antes de comentar;
2- Comentários spam ou com palavrões serão excluídos imediatamente;
3- Deixe o link do seu blog no final do comentário para que eu visite;
4- Anônimos podem comentar, mas deixe o nome no final do texto, por favor. :D

Seguidores