26 outubro 2015

E se as palavras me escutam...


Tenho saudades
  De quem eu era
  Do que me tornarei
  E de quem sou quando estás.

Sinto falta
  Das minhas reflexões
  Dos nossos serões
  E dos céus estrelados em nossos verões.

Das caminhadas solenes
  Do sorriso perene
  E das árvores que tremem
  Ao doce toque dessa brisa.

Desse rosto que suaviza
  Suavemente ruboriza
  E num olhar sintetiza
  O que um coração memoriza.

Da verdade que nunca se concretizou
  Do sonho que não se realizou
  Versos que a censura murchou
  E de seu dono não mais se lembrou.

E se as palavras me escutam
  Dentro de mim lutam
  Por um espaço ao sol
  Alvas e envolventes como um lençol.

Mas temem o destino do rouxinol
  Que ao sonhar com o peixe
  Foi seduzido pelo mesmo anzol.

4 comentários:

  1. Ah que lindo Hayanne!! amei o poema! <3

    www.byanak.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Aninha. <333
      Seja sempre bem-vinda por aqui. :**

      Eliminar
  2. carolaine gomes26/10/2015, 21:57:00

    Lindo o poema amei minha querida <3
    Você é demais!

    ResponderEliminar

1- Leia antes de comentar;
2- Comentários spam ou com palavrões serão excluídos imediatamente;
3- Deixe o link do seu blog no final do comentário para que eu visite;
4- Anônimos podem comentar, mas deixe o nome no final do texto, por favor. :D

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo