01 agosto 2015

A cada dia, ganho mais um dia


Este som que me encanta, e meus medos espanta,
Que o pó do coração levanta e derrama sobre ele seu brilho.

Esse som que me acompanha, enreda-se e se entranha,
Que minha atenção logo ganha, como uma mãe e seu filho.

Esta alegria que me inspira, abala para longe a ira
De quem sente por não amar, e ama por não sentir.

Essa mente que não mente, que te espera calmamente
E a luz do sol faz dormente, o peito de uma sobrevivente.

Esses pés que caminham incertos, buscando água no deserto
Buscam apenas um destino, um jardim fechado que existe, decerto.

E neste teu silêncio musical, que rompe o manto sepulcral
Me aconchego e confio, a cada dia ganho mais um dia; menos mal.

E se em teu intento não entendes meu lamento
Aguardo pelo momento, ou senão...invento.

Sem comentários:

Enviar um comentário

1- Leia antes de comentar;
2- Comentários spam ou com palavrões serão excluídos imediatamente;
3- Deixe o link do seu blog no final do comentário para que eu visite;
4- Anônimos podem comentar, mas deixe o nome no final do texto, por favor. :D

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo