11 maio 2015

Resenha: Não se apega, não


Antes de mais nada quero me desculpar por esta súbita ausência, e pela falta de um post em homenagem ao dia das mães que nunca chegou a sair no papel. Não houve tempo para escrever, muito menos para postar, por isso o domingo ficou meio parado por aqui com a ausência de um post, e ainda mais da websérie. Em relação a isso, gostaria de dizer que voltaremos no domingo com um capítulo que mudará o rumo da história, por isso até foi bom o suspense. (rsrs) Vamos ao post!

NÃO SE APEGA, NÃO
Isabela Freitas

Tudo começa com um ponto-final: a decisão de terminar o namoro de dois anos com Gustavo, o namorado dos sonhos de toda garota. As amigas acharam que Isabela tinha enlouquecido, porque, afinal de contas, eles formavam um casal per-fei-to! Mas por trás das aparências existia uma menina infeliz, disposta a assumir ...

Minha Opinião: Como vocês devem lembrar, já comentei sobre o livro neste post, quando cheguei na página 100 e falei sobre as minhas primeiras impressões dele e da protagonista. Devo afirmar que a minha opinião da obra não mudou mesmo depois da última página lida. Devo afirmar que não o considerei um livro edificante. Sei que alguns (poucos) conselhos podem ser adotados, mas na sua maioria, não seriam indicações para meninas cristãs. Sei que haverá discordâncias por causa do meu comentário, mas como jovem cristã, devo dar minha opinião de cristã.

Apresento aqui algumas citações que estão bem distantes dos ensinamentos que recebemos. Não ditarei as páginas, já que eu li em formato digital e as páginas estavam desconfiguradas.


"ENTENDE AGORA POR QUE TERMINAR E COMEÇAR RELACIONAMENTOS É ALGO ESSENCIAL NA VIDA DE QUALQUER PESSOA?" 
Não, não precisamos nos relacionar com muitas pessoas para entendermos o que devemos mudar e quais defeitos devemos ter em conta quando formos escolher o "próximo parceiro".


"ORA, EU APRENDI QUE POR MAIS QUE UM LANCE CURTO NÃO TENHA SIDO DE TODO BOM, SEMPRE ACRESCENTA ALGO."



"DEVE SER ALGUM TIPO DE CARMA QUE O HOMEM LÁ DE CIMA COLOCOU PRA MIM: 'ESSA DAÍ VAI SER SUPERBEM-RESOLVIDA, TERMINAR RELACIONAMENTOS VAI SER SUA ESPECIALIDADE. POR OUTRO LADO, VAI CONFIAR EM PESSOAS QUE NÃO MERECERÃO SUA CONFIANÇA. O PROBLEMA DESSA GAROTA VAI SER AS AMIZADES. ESTÁ DECIDIDO. PODEM MANDAR PARA A MATERNIDADE"
Em primeiro lugar, o fato de chamar Deus como "o homem lá de cima", não acho que foi de muito respeito. Mas ignoremos isso por agora. A protagonista define "carma" uma suposta lista feita por Deus na hora de criá-la. "Terminar relacionamentos vai ser sua especialidade": devo comentar sobre o absurdo dessa afirmação? Literalmente, alguém especialista em terminar relacionamentos tem uma espécie de fama, má fama, nesse caso. Será que Deus gostaria que alguém tivesse má fama? Essa é uma consequência das atitudes erradas tomadas pelas pessoas, e não uma característica programada desde o seu nascimento.
"O problema dessa garota vai ser as amizades. Está decidido". Deus nos criou à sua imagem e semelhança, e nos ama mais do que imaginamos, um amor incondicional que não temos capacidade de entender. Porque é que Deus, no seu infinito amor, nos desejaria o mal? Me julguem por estar fazendo esta análise profunda das frases do livro, mas acho chocante que algo assim seja ensinado aos jovens, mesmo que inconscientemente, mesmo que por brincadeira.


"TALVEZ NÃO FOSSE TÃO ERRADO SAIR COM UMA PESSOA EM UM DIA E COM OUTRA NO DIA SEGUINTE. AFINAL EU ESTAVA SOLTEIRA. S-O-L-T-E-I-R-A. E, SE NÃO ME ENGANO, ESTAVA LÁ NOS MANDAMENTOS DOS SOLTEIROS: 'FICAR COM UMA PESSOA NÃO É SINÔNIMO DE COMPROMISSO'"
Talvez lendo em voz alta você possa entender melhor o quão errada está esta frase. Supostamente o livro deveria te ajudar a se valorizar, a ver o melhor que há em você e se desapegar de tudo o que te faz mal. E como as coisas mudam dessa maneira? Sair com dois ou três rapazes numa semana te torna alguém que se valoriza? Teus sentimentos são pedras preciosas, diamantes. Se entregar a qualquer um que apareça é jogar esses diamantes para porcos pisarem, é desfazer o que Deus, em seu amor, fez com tanto carinho e tem o maior cuidado de preservar. Se valorize!

Depois de 100 páginas lidas eu (sinceramente) esperava que as coisas melhorassem, mas só pioraram. Não mencionei muitas outras coisas que se encontram escritas nas páginas do livro, mas o considerei de pouca utilidade. Eu entendo que muitas meninas iriam se identificar com o fato de que a protagonista sempre sofre por amor, fala de amor não correspondido e de sentimentos que são comuns a todas as meninas. Mas ela aproveita da sua fragilidade e coloca ensinamentos errados juntamente com os conselhos.

Talvez ao questioná-la sobre o assunto, ela me diria: "É só uma forma de conseguir mais a atenção das jovens, porque elas verão as suas próprias atitudes na protagonista. Só um momento divertido". Mas se o livro é uma espécie de autoajuda amorosa, deveria conter conselhos corretos, ou no mínimo, éticos. Mas o que podemos esperar, não é verdade? Em oposição a esta obra, postarei a resenha de dois livros com o mesmo assunto, mas completamente diferentes do que lemos hoje.

Não espero afastar ninguém da obra, mas apresento aqui a minha opinião e os argumentos de que vocês precisam para confirmar aquilo que já havia falado anteriormente sobre ele. Afinal, uma resenha é nada mais do que um resumo crítico, com consciência e sinceridade. Espero ter ajudado e ter sido clara no que escrevi.

Mais uma vez obrigado aos meus queridos leitores que sempre aparecem aqui e na página, apoiando e comentando a cada novo post. :)

Sem comentários:

Enviar um comentário

1- Leia antes de comentar;
2- Comentários spam ou com palavrões serão excluídos imediatamente;
3- Deixe o link do seu blog no final do comentário para que eu visite;
4- Anônimos podem comentar, mas deixe o nome no final do texto, por favor. :D

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo