30 abril 2015

Porque escrevo para você


"Me perguntaram por que escrevo para você. Mudei de assunto e deixei para lá. Mas agora que estou sozinha com meus pensamentos... Por quê? Até agora eu não sabia o motivo. Sequer tinha parado para pensar a respeito.

Mas tenho uma vaga noção da resposta. Eu queria te manter perto de mim de alguma forma. Te ver na rua, te abraçar, trocar algumas palavras não é o suficiente. Quero você por completo, e por intermédio dos textos eu consigo.

Tenho problemas em me expressar verbalmente, mas sou ótima escrevendo. Aprendi a transferir meus sentimentos para o papel. Libertar as borboletas do estômago, abrir as asas da imaginação e deixar meus sentimentos se transformarem em textos que posso ler depois.

Sou boa nisso. Gosto de escrever. Descobri isso por acaso e agora não consigo mais parar. Encontrei uma forma de colocar para fora tudo que estava me sufocando.
Mas, voltando ao assunto principal do texto. Por que eu escrevo sobre você? Seria mais fácil te chamar para conversar e colocar para fora tudo que está guardado. Amarrar as pontas soltas. Seria simples, não é?!

Todavia, a vida não é simples. E todo bom filme/livro tem muitos altos e baixos até que a vida da mocinha começa a dar certo e o tão aguardado final feliz chega. Então é com base nessa minha mania boba de querer transformar minha vida em livro que fico enrolando. Só quero meu final feliz. Mas sem a parte do “final”."
Texto de: Ingrid Callado - Meu Mundo em Letras

Sem comentários:

Enviar um comentário

1- Leia antes de comentar;
2- Comentários spam ou com palavrões serão excluídos imediatamente;
3- Deixe o link do seu blog no final do comentário para que eu visite;
4- Anônimos podem comentar, mas deixe o nome no final do texto, por favor. :D

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo