10 dezembro 2014

# Mensagens para Reflexão

"Mas eu estou muito gorda!"


É incrível como a maior parte das mulheres que vão ler este título vai identificar-se com ele, mesmo que não seja verdade. A falta de autoestima tem se tornado um dos maiores males do nosso século. A mídia, moda e todo o ser vivente que estipula um padrão de beleza está literalmente destruindo a vida de muitas adolescentes. Não vamos dizer que apenas as meninas sofrem com o preconceito contra si mesma, mas é mais comum entre elas.

Pelo menos uma vez na vida você já falou essa famosa frase. Se não, agradeça a Deus pelo seu metabolismo maravilhoso e mantenha uma dieta balanceada para que a magreza também não se torne um mal. Não quero dizer aqui que estar acima do peso é algo errado, mau; mas temos que admitir, mesmo que estejamos muito bem com o nosso corpo (o que é o principal), às vezes, na compra das roupas, desejamos ter menos alguns quilos, menos barriga, menos braços. kkk

Mas porque toda essa preocupação em torno da balança? A verdade é que estamos tão acostumadas a assistir filmes com atrizes magérrimas, cartazes e propagandas exaltando a beleza aparente das mulheres...e nos sentimos inferiores porque não temos essas características. Vamos supor: você está seguindo uma série americana em que todas as atrizes são morenas, de cabelos longos e lisos, magras, e que ficam lindas em toodas as roupas. Para acrescentar mais à cena, elas são mais valorizadas do que as que não têm tanta aparência. Quando você termina o último episódio, se sente um 'traste', e o primeiro pensamento é fazer o possível e impossível para alcançar aquele padrão de beleza.


Mas, querida, quando você começar a entender que filmes são filmes e a realidade é outra coisa, você vai começar a entender o seu valor. Eu entendo que a aparência tem a sua importância (maneira de se vestir, andar, falar, sorrir), mas não o peso! Quando é que a sociedade finalmente vai entender que o número na balança não altera seu QI, não altera a sua personalidade, não te faz menos digna em relação às outras pessoas? Eu fico indignada.

Posso afirmar que por muito tempo me aprisionei também nesse preconceito. Por muito tempo eu me inferiorizei, me julguei por sempre ter estado acima do peso. Aparentemente eu vivia bem, sempre fui muito alegre, sorridente e de muita fala, então eu conseguia esconder o que na verdade sentia. Nunca gostei de comprar roupa, ainda hoje tenho um pouco dessa aversão. Eu ficava dividida entre ter roupas novas e me enfrentar na hora da prova ou permanecer com as que já tinha e cavar ainda mais o poço em que me tinha enterrado. Não sei como consegui chegar no nível em que estava, cheguei aos 84 quilos com 18 anos, 1.69m. O fato é que, ao constatar que estava acima do peso, eu me deprimia, ficava ansiosa, e comia mais; comia por tudo e por nada. Comia para comemorar, comia quando estava triste, comia quando não tinha mais nada para fazer, e quando tinha provas importantes. Mas chega um momento em que abrimos os olhos.


Eu nunca dei tanta importância ao peso, nunca achei que estivesse gorda, mas ao mesmo tempo, me sentia inferior às minhas amigas, colegas de classe, igreja, e até minhas irmãs. Sabe o que mudou completamente a minha visão? Por incrível que pareça, foi um livro. Sim, um livro. Não um livro de auto-ajuda, mas uma história de um menino que tinha nascido com uma deficiência que deformara o seu rosto. Estou falando do livro Extraordinário. Viver o que aquele menino viveu, todos os dias que ia para a escola, me fez entender que as minhas queixas eram egoístas demais, infantis demais, comparadas à história de August Pullman. Eu sei que é apenas um livro, mas quantas crianças não sofrem da mesma doença na vida real?

Daí você entende que foi abençoada por ter nascido saudável, por ter amigos que te amam, por ter pessoas que mesmo que você se sinta horrível, te acham maravilhosa. Você entende que deve se amar acima de qualquer coisa, que Deus lhe criou à sua imagem e semelhança. Não deixe que ninguém lhe diga que não é amada, que não é o suficiente. Você é linda, o Espírito Santo mora em você. E tal como é dito na bíblia, a maior beleza da mulher está na presença de Deus dentro dela.

Dê um sorriso bem grande, porque quem tem Cristo é feliz, e deve demonstrar isso em seu rosto. Além do mais, o sorriso te deixa ainda mais bonita do que você já é. =D


Image and video hosting by TinyPic

22 comentários:

  1. Eu concordo com tudo, amei o texto! Demorei um tempo pra me aceitar justamente por causa desse padrão de beleza que é imposto pela mídia... Mas decidi que ia ser feliz!
    Beijoss http://relicariodabeleza.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, muitas pessoas ainda seguem pelo que os outros acham delas, mas devem ver que elas são lindas do jeito que são.

      Eliminar
  2. Eu sou magérrima ( não por opção, porque eu como uma caixa inteira de bombons e não acontece nada) e percebo que as pessoas se incomodam do jeito que sou.Ficam fazendo piadinhas e comparações idiotas.
    Na realidade, nunca estaremos do jeito que o povão quer. O mais importante é nós mesmas nos valorizarmos porque, como você disse, somos a imagem e semelhança de Deus.
    Beijos
    www.painelparacongresso.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente, nunca estão satisfeitos com nada, tudo para eles é ser diferente. Mas deixemos isso de lado, Deus nos fez assim. :D

      Eliminar
  3. Amei o texto, a única coisa que eu sempre falo é sobre a saúde, pessoas mais gordas tem mais facilidade de sentir dores na coluna, nos joelhos, nos pés... Mas, cada um deve se sentir bem consigo mesma, e não estou dizendo que a pessoa deve se aceitar magra, gorda, ou seja lá o que for, a pessoa tem que ser aquilo que ela quer e o que fará ela se sentir bem!
    http://pinkisnotrose.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa também foi uma das razões que me levaram a assumir uma vida mais saudável. Até porque eu amoo cantar e começava a ficar cansada quando cantava hinos altos. :(

      Eliminar
  4. eu super me identifiquei com esse texto, me sinto gorda mas se eu não quiser correr atrás de ficar magra eu tenho que me conformar com o corpo que deus me deus ;)

    ResponderEliminar
  5. O padrão de beleza hoje em dia transforma qualquer pensamento, até eu que sou magra já pensei que estivesse gorda ou fora dos padrões, mas a partir do momento que me aceitei do jeito que sou as coisas realmente melhoraram e muito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E então, o mais importante é se ver da melhor forma. :)

      Eliminar
  6. Amei o texto! concordo quando você diz que devemos entender que filme é filme e a realidade é outra coisa!
    Hoje em dia eu não penso mais que sou gorda! eu tinha muito esse pensamento, ainda mais quando as pessoas falavam que eu tinha engordado... O que eu sabia que era mentira pois sempre vou na farmácia e me peso...
    http://www.miissperfection.com/2014/12/monstros-de-bolso-e-pedras-preciosas.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O pior é que quem nos vê todos os dias nunca admitem que emagrecemos, mas sempre dizem que engordamos. Kkkkk

      Eliminar
  7. Que texto incrivel, mas muitas vezes todos tem um padrão de filmes e levam pra realidade, o que é uma pena!

    Blog Babi Marchi ♥

    ResponderEliminar
  8. Adorei o Texto,pena que eu infelizmente tenho esse pensamento sempre me acho gorda :( bjs linda

    ResponderEliminar
  9. Amei seu texto, a mídia realmente ESTRAGA nossas vidas tentamos ser como as da revistas e acabamos muitas vezes a 7 palmos. Temos que nos aceitar como somos, até quando seremos manipulados?! Mais uma vez belo texto...

    ResponderEliminar
  10. Lindo texto, Hayanne!
    Acho que toda adolescente passou por um momento desse, nessas horas acabamos nos esquecendo que fomos feitas à imagem e semelhança do Rei, nós somos lindas, do nosso jeitinho! Todos os dias deveríamos tomar uma xícara de auto-estima, precisamos aprender a nos amar e deixar que o amor do Mestre nos inunde também.
    Extraordinário é o tipo de livro simples e singelo que toca profundamente ♥
    Mil beijos :*

    www.princesasadoradoras.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, chega sempre aquela fase em que nada é bom aos nossos olhos. Kkkkk
      Amei o livro *---*

      Eliminar
  11. Nós devíamos de nos valorizar mais. Afinal temos imensa sorte pelo que temos.Claro que ninguém é perfeito e todos temos coisas que não gostamos, mas, à nossa maneira, todos temos alguma beleza.
    Mas às vezes é difícil aceitar os defeitos. E o ser humano é um eterno insatisfeito...
    Vou tratar de ler esse livro, parece bem especial :)

    Beijocas*

    ResponderEliminar
  12. Eu adorei o texto, é sempre bom ler sobre temas como esse

    Confere a dica de verão lá no Blog:
    http://www.baudamalu.com.br/2014/12/resenha-protetor-solar-avon.html

    Beijão!

    ResponderEliminar

1- Leia antes de comentar;
2- Comentários spam ou com palavrões serão excluídos imediatamente;
3- Deixe o link do seu blog no final do comentário para que eu visite;
4- Anônimos podem comentar, mas deixe o nome no final do texto, por favor. :D

Seguidores