01 junho 2013

# Mensagens para Reflexão

Momento Sinceridade


  Oi pessoal, hoje o post não é o habitual,até porque é o segundo do dia, hoje saímos um pouco do guião para outro assunto. Eu sei que muitos dos meus seguidores são cristãos, ou pelo menos simpatizantes e conhecedores do padrão dos evangélicos. Bom, esses dias fui ver um vídeo novo de uma música da cantora Pâmela. Só faço esta crítica porque realmente achei interessante. Sempre gostei dos hinos dela e isso, era uma fã assumida desde os meus onze anos. Mas de uns anos para cá eu achei que ela vem mudando um pouco o seu estilo musical.
  Até então não tinha dado muita importância. Muitos já tinham comentado isto comigo, mas eu nunca cheguei a assumir uma opinião minha mesmo, até este dia. O vídeo em questão é o daquela música "Eu to apaixonado".
  Pessoalmente não sei se ela é evangélica, se é da batista ou presbiteriana, mas comparado ao estilo que ela tinha antes,eu achei assim um pouco absurda a nova música. Apesar do título, a música é de adoração, não é nenhuma daquelas de amor que nos deixam deprimidas quando as ouvimos (amo xd), mas uma que declara o amor por Deus. Sendo assim, o hino não deveria mostrar este objetivo, tanto na letra como na música?
  Não quero ser hipócrita e criticar assim sem bases nenhumas. Não fui apenas eu que tive esta mesma opinião. Não retirei o nome das pessoas porque isto está no videoclip da música no canal da Mess Entretenimento e todos podem ter acesso a eles.
  Achei bem interessante o último comentário, porque eu reparei muito no estilo dos que estavam nos instrumentos. Eu não achei que o vídeo tenha ficado melhor que os da Mk, mas é o que as pessoas estão a dizer lá no vídeo. Eu não consegui colocar aqui o original, mas se clicarem no nome da produtora lá em cima podem vê-lo. Não gostei da música e respondi na hora o tweet da Fernanda Brum com a minha opinião.
  Mas eu precisava dizê-lo. Não sei o que aconteceu ao comentário de um utilizador que disse que o início da música parecia uma música do Luan Santana, mas este desapareceu do vídeo da produtora. Vai-se lá saber o porque...
  Porém, eu tenho o direito de postar a minha opinião no meu blog, e acredito que não haja ninguém que venha eliminar também o post quando perceberem que é má publicidade para uma nova música. Mas é isto!
Ultimamente têm banalizado as músicas gospel, levam ao extremo num desejo de vender mais cd's e quererem mais sucesso. Não falo do título, porque a Aline Barros também tem um hino "Apaixonado", mas de longe é fácil perceber que é um hino, ao contrário do que está hoje em causa. Não espero que concordem com a minha opinião, mas queria falar sobre isso e queria alguém que me ouvisse ou que compreendesse as minhas razões.
  Não é um desabafo nem coisa do género, é apenas uma forma de exprimir a minha opinião, que é, nada mais, nada menos, que uma das funções de um blog. Obrigado pela vossa atenção, sei que posso contar com vocês. Podem dizer o que acham da música? E do clipe? Clique aqui para ver o original e dê a sua opinião, é muito útil para mim, acreditem. ;)
    Muitos beijos
      Hayanne Deise Lins

6 comentários:

  1. Então Hay, esse é um assunto um tanto delicado. Eu sou Adventista do Sétimo Dia e normalmente, nós temos uma doutrina diferente das demais. Nossas músicas são calmas, nós exaltamos a voz do cantor mais do que os instrumentos e etc. Essa música "Eu To Apaixonado" é bonita, mas ela foi colocado num tom que não "encaixou", será?! A voz dela é de cantora gospel, mas se você ouvir essa música sem prestar atenção na letra, você acha que é um sertanejo normal entre mais de milhões. Enfim :/
    Queridos Quinze

    ResponderEliminar
  2. Eu vi nessa música várias mensagens nas entrelinhas hahahahaha
    Sou católica, já vi músicas piores =[

    ResponderEliminar
  3. Bom eu não conhecia a musica, não gosto desse estilo musical e não conheço as outras musicas dela, então não sei bem o que dizer, só acho que se ela quer tentar uma coisa nova, ela tem esse direito.

    Beijos
    Pepper Lipstick

    ResponderEliminar
  4. Seu post é bem interessante, porém, confesso que discordo parcialmente.
    Não sou fã da cantora Pâmela e também não acho que os seus produtores estejam variando o ritmo musical apenas para vender mais. Parte dos jovens não cristãos curtem esse ritmo sertanejo e, essa foi a estratégia utilizada para alcançar essa galera. Tanto que está dando certo, existem jovens sendo salvos por ai.

    ResponderEliminar
  5. Eu não conheço esse tipo de música, nem a cantora em questão, mas acho que tudo isso não passa de estratégia e não sei se isso chega a ser uma coisa ruim.

    Beijos

    Jéssica
    Fashion Jacket - www.fashionjacket.com.br

    ResponderEliminar
  6. amei , adoro seus post's ..seguindo e espero gostar do meu blog *--*
    http://euamotutoriais.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar

1- Leia antes de comentar;
2- Comentários spam ou com palavrões serão excluídos imediatamente;
3- Deixe o link do seu blog no final do comentário para que eu visite;
4- Anônimos podem comentar, mas deixe o nome no final do texto, por favor. :D

Seguidores