21 março 2013

Voltando no Tempo


  Ela entrou no carro e sentiu aquele cheiro tão familiar que durante alguns anos a acompanhou sem tréguas. Um cheiro misturado de papelão,jornal...o cheiro de uma típica mercearia do interior. Ela se achou um pouco estúpida por se lembrar de algo tão frívolo que ao mesmo tempo a enchia de saudades de uma vida que deixara para trás quando mudou de residência. Como é possível um simples cheiro te levar para tão longe? Uma época em que tudo parecia mais fácil,em que a infância pintava o mundo de colorido e as únicas responsabilidades eram arrumar os brinquedos,ser educada e se dar bem com toda a gente.
  Este tempo passou muito rápido, sem deixar rastro; apenas uma grande certeza de que nunca mais voltaria permanecia na sua memória.Momentos que nunca desaparecerão,importâncias na sua vida.
  Mas ela sentia-se satisfeita por todas as mudanças que ocorrera na sua vida. Sem elas nunca conheceria grande parte das pessoas que fizeram da sua vida a mais bem vivida. Não que não conhecesse outras, mas neste momento sentia-se bem por ter abraçado a sua nova vida e deixado para trás tudo,para que outras pessoas pudessem beneficiar de um bem que lhe foi dado gratuitamente,a salvação.
  Hoje eu vejo que esses seis anos e cinco meses que estou em Portugal foram os melhores anos da minha vida,aqueles que não trocaria por nada no mundo.
  É claro que eu tenho saudades,mas saudades sempre teremos de alguma coisa; nós continuaremos insatisfeitos com a vida que temos,mesmo que ela seja muito próxima de perfeita. Alguns momentos me fazem voltar no tempo e lembrar de cenas que vivi no Brasil. Mesmo assim,não me arrependo de ter mudado,faria tudo outra vez,Portugal já é a minha segunda casa...se já não for a única. *3*

Sem comentários:

Enviar um comentário

1- Leia antes de comentar;
2- Comentários spam ou com palavrões serão excluídos imediatamente;
3- Deixe o link do seu blog no final do comentário para que eu visite;
4- Anônimos podem comentar, mas deixe o nome no final do texto, por favor. :D

Seguidores